Visto B1/B2

Visto B1/B2 americano: quais os requisitos e como obter a permissão?

Já conhece o visto B1/B2 dos Estados Unidos e como ele funciona?

Você vai precisar dele se pretende participar de eventos corporativos e marcar presença profissional nos país americano.

Afinal, é a terra onde tudo acontece e você não pode ficar de fora desse rico universo de negócios.

Da mesma forma, se seus planos forem uma viagem de férias e lazer, é esse mesmo visto americano que você deve solicitar (e ter aprovado) antes de fazer as malas e embarcar para conhecer suas inúmeras belezas e atrações do país.

Há uma lista de atividades possíveis de serem realizadas em solo americano com o visto B1/B2, e é importante conhecê-las para ter certeza de que essa é a autorização de viagem que você precisa.

Da mesma forma, é fundamental entender as regras desse visto, como tempo de permanência nos EUA, documentação necessária, critérios de elegibilidade, como solicitar e como renovar.

Então, siga a leitura para saber tudo sobre o visto B1/B2.

O que é visto B1/B2 americano?

O B1/B2 é conhecido como visto de turismo e negócios de múltiplas entradas, o que quer dizer que você pode viajar aos EUA diversas vezes enquanto estiver válido.

É um visto do tipo de não imigrante, ou seja, é uma permissão temporária de visita aos Estados Unidos e requer que, após determinado período, o estrangeiro retorne ao seu país.

Isso quer dizer que com o visto B1/B2 não é permitido imigrar, aceitar uma oferta de emprego nos EUA, desenvolver trabalho remunerado por fonte americana ou fazer uma graduação ou pós-graduação, por exemplo.

Visto B1 ou B2? Qual a diferença?

A principal diferença entre eles reside no propósito da visita.

O visto B1 é destinado a pessoas que viajam para os Estados Unidos para fins comerciais e de negócios temporários.

Enquanto isso, o visto B2 é voltado para estrangeiros que têm por objetivo visitar o país para atividades recreacionais, de turismo, lazer e cuidados com a saúde.

Já o visto B1/B2 combina os dois propósitos em uma mesma autorização de viagem.

Isso oferece flexibilidade para os viajantes, que podem ter múltiplas razões para visitar os Estados Unidos.

Assim, podem participar de atividades permitidas tanto para o visto B1 quanto para o visto B2 sem precisar de autorizações de viagem separadas.

Para quem se destina o visto B1/B2?

O visto B1/B2 pode ser solicitado por executivos, gerentes e profissionais que desejam ir a eventos para expandir seus conhecimentos, suas redes de contatos e oportunidades de negócios.

Empresários, advogados e representantes de empresas também podem solicitar esse visto para negociar, revisar ou assinar contratos comerciais com parceiros americanos.

Da mesma forma, podem ter como propósito visitar os EUA para explorar novas oportunidades de negócios, investigar o mercado e identificar potenciais parceiros ou clientes.

Outra finalidade é discutir estratégias com parceiros de negócios, fazer avaliações de desempenho e tratar de outros assuntos comerciais.

Também pode ser solicitado para que funcionários participem de treinamentos específicos.

Além de negócios, o visto se destina a quem deseja tirar férias no país, conhecer pontos turísticos, parques temáticos, monumentos, museus e outras atrações.

Estrangeiros que planejam visitar amigos e familiares que residem nos Estados Unidos ou participar de encontros, festas e outros eventos sociais, como casamentos e batizados podem pedir o mesmo visto.

O mesmo vale para quem quer fazer cursos recreacionais curtos de menos de 18 horas semanais e sem diploma, participar de competições ou eventos culturais sem remuneração ou de concursos amadores.

Por fim, o visto B1/B2 atende pacientes que buscam tratamentos médicos em hospitais, clínicas ou consultórios especializados nos Estados Unidos.

Quais os documentos para tirar o visto americano B1/B2?

Para solicitar o visto B1/B2, você precisará apresentar uma série de documentos que comprovem seu propósito de viagem e sua elegibilidade.

Os principais documentos são:

  • Passaporte válido por pelo menos seis meses além do período que pretende visitar os EUA
  • Passaporte anterior com outros vistos para os EUA (se for o caso)
  • Página de confirmação de preenchimento do formulário de solicitação
  • Recibo de pagamento da taxa de solicitação
  • Foto 5×5 cm tirada nos últimos seis meses.

Pode ser solicitada ainda documentação adicional que comprove o objetivo da sua viagem, suas condições de arcar com os custos da sua estadia no país e evidências de vínculo com o Brasil, como laços familiares, de emprego ou estudos.

Por exemplo, você pode comprovar vínculos por meio de:

  • Carta do empregador
  • Holerites recentes
  • Cópia da declaração de imposto de renda
  • Documentos que comprovem a propriedade de imóveis, veículos ou outros bens
  • Extratos bancários
  • Comprovantes de investimentos e aplicações financeiras
  • Cartas de empresas ou organizações que justificam a viagem de negócios
  • Detalhes sobre conferências, treinamentos ou reuniões que você irá participar
  • Carta convite de um amigo, parente ou empresa nos EUA explicando a natureza da visita e a relação com você, se aplicável
  • Detalhes do seu plano de viagem, como roteiro das atividades nos EUA
  • Certificados de matrícula em instituições de ensino se você for estudante.

Apresentar a documentação correta e completa é fundamental para aumentar suas chances de aprovação do visto B1/B2.

Portanto, certifique-se de organizar tudo cuidadosamente.

Quanto tempo posso ficar nos EUA com visto B1/B2?

A duração do visto B1/B2 é de 10 anos, permitindo múltiplas entradas.

No entanto, o período de permanência em cada visita é determinado pelo oficial de imigração no aeroporto.

Quando você chegar aos Estados Unidos, o oficial avaliará sua situação e decidirá por quanto tempo você pode permanecer no país.

Esse período é registrado no formulário I-94, que você pode acessar online após sua entrada.

O tempo máximo de permanência concedido a cada visita nos EUA é de até seis meses e você pode viajar ao país múltiplas vezes até que seu visto vença, mas cada entrada será avaliada individualmente.

Isso quer dizer que se você recebeu autorização para ficar em solo americano por 180 dias na sua primeira visita, por exemplo, não significa que da próxima vez terá garantido esse mesmo prazo de permanência.

Se você precisar ficar por mais tempo do que o inicialmente concedido, pode solicitar uma extensão de estadia.

Isso deve ser feito antes do término do período autorizado e é realizado junto ao Serviço de Imigração (USCIS).

Permanecer no país além do permitido sem a devida extensão pode resultar em penalidades, incluindo a possibilidade de ser impedido de retornar aos Estados Unidos no futuro.

Isso também pode afetar negativamente novas solicitações de visto.

Pode trabalhar com o visto B1/B2?

Não, o visto B1/B2 não permite que você trabalhe nos Estados Unidos ou exerça qualquer tipo de atividade remunerada.

Você não pode, por exemplo, entrar no país com visto B1/B2 se seu objetivo é atuar como membro da imprensa internacional, para jornais, rádios, emissoras de TVs ou outras mídias.

Também não é permitido aceitar uma vaga de emprego e trabalhar para empresas americanas.

Também não é permitido realizar qualquer performance remunerada ou para um público pagante.

O que você pode fazer é:

  • Participar de eventos profissionais, convenções, seminários, conferências, feiras de negócios
  • Discutir, negociar ou assinar contratos
  • Reunir com parceiros de negócios, clientes ou fornecedores
  • Participação de treinamentos curtos e não remunerados
  • Vender uma propriedade.

Trabalhar nos Estados Unidos com um visto B1/B2 é uma violação que pode resultar em deportação e na anulação do visto.

Isso pode afetar negativamente futuras solicitações de visto e sua capacidade de entrar nos Estados Unidos.

Como tirar o visto B1/B2?

Para solicitar seu visto B1/B2, você deve realizar um processo consular que consiste nos seguintes passos:

O Brasil possui consulado e embaixada em cinco cidades, todos com CASV próximos.

Durante a entrevista, um oficial consular fará perguntas sobre seu propósito de viagem, sua situação financeira e seus vínculos com o Brasil para determinar se você é elegível ao visto B1/B2.

Responda de forma clara e honesta.

Ao final da entrevista, o oficial consular decidirá se seu pedido de visto será aprovado.

É aconselhável iniciar o processo de solicitação de visto com antecedência, pois pode haver uma lista de espera para entrevistas, dependendo da época do ano e da demanda no consulado escolhido.

Fique de olho nesta dica do vídeo sobre a entrevista consular:

Como renovar o visto americano B1/B2?

Renovar o visto B1/B2 envolve os mesmo passos da solicitação inicial, sendo que há a possibilidade de isenção da entrevista se seu visto tiver vencido há menos de 48 meses.

Assim, você terá apenas que preencher o formulário, pagar a taxa e fornecer a documentação necessária.

Já se você deseja estender sua permanência, deverá solicitar mediante preenchimento do formulário I-539 junto ao USCIS.

É recomendável fazê-lo pelo menos 45 dias antes do prazo determinado no formulário I-94 expirar.

A maneira mais simples e tranquila de navegar pelo processo de solicitação do visto B1/B2 é contando com a expertise da Vollare Immigration, assessoria de mobilidade global.

Nossos profissionais experientes o guiarão por um caminho claro, econômico e seguro, abrindo as portas para sua viagem de negócios ou turismo.



Morar e Investir nos Estados Unidos